ProAC
Primeiras obras

flyer são carlos.jpg

O projeto Eu só queria não ter uma cabeça, contemplado pelo edital PROAC 06/2015 - PRIMEIRAS OBRAS DE PRODUÇÃO DE ESPETÁCULO E TEMPORADA DE DANÇA teve como principal objetivo à criação, produção e temporada do espetáculo de dança Eu só queria não ter uma cabeça, e a realização de oficinas de compartilhamento deste processo com estudantes, bailarinos, atores e demais interessados em arte e cultura. O projeto circulou pelas cidades de Campinas, Pirassununga, Presidente Prudente, São Carlos, São José do Rio Preto e São Paulo nos meses de Setembro e Outubro de 2016.
 

O projeto é fruto de uma pesquisa de criação em dança que vinha sendo desenvolvida por Everton Ferreira e Iolanda Sinatra desde março de 2013. Esta parceria teve início através da realização do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Bacharel em Dança da Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP que culminou na criação do espetáculo “Durou mais do que esperávamos” (2013), sob orientação de Angela Nolf e Patricia Noronha.
 

Após a finalização desse processo de pesquisa e da retomada de novos encontros, um novo corpo começou a surgir, era um corpo que não queria ter cabeça, queria apenas se colocar em evidência através das possibilidades de movimento de suas costas, ombros, braços e pernas, permitindo uma “expressão facial” expressa por todo o corpo.


Do surgimento deste novo corpo, iniciou-se a busca por referências externas para aprofundar o processo de pesquisa. Foi então que os artistas se depararam com a obra Banker de Jason deCaires Taylor, estátuas moldadas a partir de corpos humanos que estão submersas no fundo do mar. Com a cabeça afundada na terra, temos a impressão que as estátuas perderam a cabeça ao procurar algo no chão, e por lá permaneceram. Além da obra de Jason deCaires Taylor, as famosas obras de René Magritte, onde objetos ocultam a face de homens e mulheres, passaram a fazer parte do processo.


Além da referência imagética desses dois artistas, a provocadora cênica Andreya Sá foi convidada para se juntar ao projeto visando o compartilhamento de procedimentos e ferramentas acerca da máscara neutra, método pedagógico utilizado por Jacques Lecoq que acredita que ao ocultar a face, desnuda o corpo, potencializando, dessa forma, todo o gesto e movimento realizado. Esse método tem como princípio encontrar a objetividade e essência do corpo, propondo uma progressão do mais simples ao mais complexo.

       
SINOPSE DO ESPETÁCULO
Criado através da parceria dos intérpretes Everton e Iolanda, Eu só queria não ter uma cabeça é um espetáculo de dança que investiga as possibilidades de movimento de dois corpos que não tem cabeça, seja pelo seu esforço de ocultamento ou pela sua omissão através de objetos e elementos cênicos. Como inspirações, serão utilizadas obra Banker do escultor e fotógrafo Jason Taylor e obras de referência de René Magritte.

Apresentação

Oficina

FICHA TÉCNICA DE CRIAÇÃO

Intérpretes: Everton Ferreira e Iolanda Sinatra

Preparação corporal e provocação cênica: Andreya Sa

Fotografia e vídeo: Franco Simões

Trilha sonora: Gustavo Lemos

Iluminação: Maria Basulto

Produção executiva: Iolanda Sinatra

Assistência de produção: Carolina Canteli